• Arte 1 Documenta

    O francês Louis Cartier foi responsável por criar o primeiro relógio de pulso masculino, em 1904.

    Veja mais

  • Arte 1 Nacional

    O filme “A Oeste do Fim do Mundo”, de Paulo Nascimento, ganhou 4 prêmios no 41º Festival de Gramado.

    Veja mais

  • Cine Clube Especial

    O diretor Woody Allen recebeu o Oscar pelo Roteiro Original do filme “Hannah e Suas Irmãs” em 1985.

    Veja mais

  • Magazine Arte 1

    O diretor Quentin Tarantino coleciona dois prêmios Oscar e dois BAFTA ao longo de 25 anos de carreira.

    Veja mais

Marcas da intolerância

Marcas da intolerância

Situado nos anos 90 durante a Guerra Civil da Argélia, o filme “Homens e Deuses” exibe a integração amistosa entre monges franceses e a população muçulmana local. Vivendo em um mosteiro trapista, o grupo cristão se dedica à assistência da comunidade islamita até a chegada de radicais islâmicos. Diante da situação, o fanatismo religioso compromete a prosperidade e a estadia dos cristãos no lugar.

Lançado em 2010, o longa se baseia na história verídica do assassinato de sete membros da Igreja que viviam em um monastério na Argélia, em 1996. Além disso, o título original da obra, “Des Hommes et des Dieux”, alude ao salmo 82 da bíblia.

Sob direção do francês Xavier Beauvois, a produção ganhou o Grand Prix no Festival de Cannes de 2010 e foi indicada ao BAFTA de melhor filme de língua estrangeira, em 2011.

Assista a “Homens e Deuses” no Cine Clube Arte 1 nesta quarta, 15/2, à 0h. Reapresentação às 7h15. Clique aqui para horários alternativos.