• Arte 1 Documenta

    O francês Louis Cartier foi responsável por criar o primeiro relógio de pulso masculino, em 1904.

    Veja mais

  • Arte 1 Nacional

    O filme “A Oeste do Fim do Mundo”, de Paulo Nascimento, ganhou 4 prêmios no 41º Festival de Gramado.

    Veja mais

  • Cine Clube Especial

    O diretor Woody Allen recebeu o Oscar pelo Roteiro Original do filme “Hannah e Suas Irmãs” em 1985.

    Veja mais

  • Magazine Arte 1

    O diretor Quentin Tarantino coleciona dois prêmios Oscar e dois BAFTA ao longo de 25 anos de carreira.

    Veja mais

A santa que desafiou padrões

A santa que desafiou padrões

Dirigido pelo francês Luc Besson e protagonizado pelos norte-americanos Milla Jovovich e John Malkovich, o filme traz a história de Joana D’arc – uma jovem camponesa com grande devoção ao cristianismo que, depois de uma epifania ainda aos dez anos, deseja ser a guerreira libertadora da França durante a Guerra dos Cem Anos, iniciada em 1337.

Joana convence o rei Carlos VII a lhe confiar seu exército e prostra-se no front de guerra sob comando de seus homens, de modo a ferir não só o exército rival, como também o ego machista da época. A “Virgem de Lorraine”, como se auto-intitula a garota, percorre todos os estigmas femininos, sendo considerada bruxa, santa, vilã e heroína.

Lançado em 1999, o longa conta também com a versatilidade do ator norte-americano John Malkovich no papel do rei Carlos VII. Já famoso pela atuação em filmes como “Império do Sol” e “Ligações Perigosas”, Malkovich coleciona duas indicações ao Oscar de melhor atuação.

Com a direção do francês Luc Besson, conhecido por “O Profissional” e “O Quinto Elemento”, o filme recebeu o Emmy do Primetime e foi transformado em série televisiva, sendo coroado com uma indicação ao Globo de Ouro no ano seguinte.